quinta-feira, 22 de novembro de 2012

O socialismo não é comunismo.

Foice MarteloEu já estou cansado de tanta sabedoria virtual, você não esta? Em muitos sites que entro vejo os “pilantras da direita” descendo a “lenha” na esquerda brasileira e os “pilantras da esquerda” se defendendo sem ao menos saber o porquê dos ataques, ou o que estão defendendo. Quando simplesmente não criticam a escrita do autor, como se erros de português invalidassem as verdades que lhes incomodam os olhos.

A recente morte do historiador Eric Hobsbawm é um exemplo da sanha delirante dos idiotas, foi só colocar o termo comunista ao lado do falecido para que muitas pessoas comentassem absurdos sobre o mesmo, burro e idiota, eram os adjetivos mais leves. Sem o termo a maioria seque sabia que ele era.

Antes que algum engraçadinho me rotule de jovem comunista revoltado, vou deixar claro aqui minha opinião, não existe socialismo, comunismo, capitalismo ou outro ismo e tudo engodo para pegar trouxas que nem você, ou acha que os EUA seguem ao pé da letra as normas e regras do capitalismo elaboradas pelos teóricos do século XIX? Ou que a URSS eram um regime comunista – ou mesmo socialista - como previa Marx?

Se você respondeu que sim, então espere o velhinho de saco vermelho lhe dar um presente de natal antes de você dormir com os anjinhos do céu, e com o bucho cheio de ovos de chocolate de um coelhinho branco até um zumbi judeu lhe levar para um jardim florido; santa ingenuidade Batman.

Mais vamos a uma definição enciclopédica do termo. Comunismo: substantivo feminino num grupo unificado de membros que vivam e trabalhem juntos; sistema de vida em comum em que os bens são partilhados, estando disponíveis segundo as necessidades de cada um.

Seria uma sociedade ideal, sem classes, sem propriedade privada sobre os meios de produção, com harmônica igualdade social e econômica para todos, sendo que os bens, que nessa fase serão produzidos em abundância, pois não haverá estruturas arcaicas que impeçam o constante desenvolvimento das forças produtivas, serão distribuídos segundo as necessidades de cada um. Alguém já viu algum país assim, ou acha possível isso?

Apesar de alguns acharem que socialismo e o comunismo são a mesma coisa, elas não o são, mas não se pode dizer que há muita diferença entre as duas correntes econômicas, pois são filhas das mesmas necessidades em que passava a população do Europa em inicio do século XIX. Necessidades esta tanto físicas como intelectuais. Mais o comunismo é utópico demais, e de difícil implantação em uma sociedade de animais destruidores como nós. E de fato nunca foi implantado, a não ser na cabeça de algum louco delirante perdido no mundo, do mesmo tipo que dizem ser Napoleão ou Jesus Cristo.

Apesar de não ser muito velha, observam-se pequenos traços de um tipo de socialismo em algumas civilizações antigas como a Babilônica, Esparta, e até mesmo em livros religiosos, o que seria o paraíso hebreu senão a utopia comunista, mas essa visão não é compartilhada por alguns estudiosos. Pois acham que no paraíso hebreu não haveria uma verdadeira liberdade devido à adoração de um ser superior.

O socialismo como doutrina econômica e política é bem novo, surgiu no inicio do século XIX, apesar de haver indicio de teoria semelhantes em vários pensadores ao longo dos séculos, atribui-se sua criação a Karl Marx e Engels a este tipo se da o nome de socialismo cientifico para contrastar com algumas idéias de socialismo presente em alguns pensadores como Proudhon que alguns estudiosos chamam de utópicos.

Pierre-Joseph Proudhon et ses Enfants by Gustave CourbetProudhon pode ser considerado tanto o pai do anarquismo como o do socialismo utópico, mas ele é na verdade o primeiro e mais verdadeiro filosofo comunista (um utópico nato) da história. Sua obra máxima, O que é a propriedade? Trás elementos que dará origem as idéias de Mikhail Bakunin, quanto às de Pierre Leroux, Charles Fourier e Louis Blanc, seus “devaneios” só têm paralelo com as teorias de Robert Owen e o Conde de Saint-Simon.

Os primeiros teóricos não tinham uma teoria bem definida do que poderia ser feito para amenizar os efeitos na sociedade, que a exploração do trabalho causava, e quais os culpados pela situação em que chegaram (apesar de uma inclinação a culpar a burguesia), mas já tinha muito do socialismo dito científico em si. E todos pregavam um fim para a história das lutas de classe que seria a vitoria da utopia do comunismo.

E ai que entra uma coisa engraçada o quer seria utopia para alguns estudiosos era a única maneira de criar uma economia justa para os primeiros teóricos do pensamento social e o fim natural para a luta de classes da dialética histórica preconizados pelos ditos socialistas científicos.

E o mais curioso disso tudo e que todas as corretes de pensamentos tem um fim, do cristianismo ao neoliberalismo; este é talvez o mais grotesco de todos. O seu idealizador (Fracis Fukuyama) até já admitiu que estivesse errado ao afirmar que a democracia republicana neoliberal dos EUA era o fim da história e que não havia “coisa melhor”. Nem é preciso ser um estudioso para saber que esse era simplesmente propaganda a lá Tio Sam.

Não se sinta mal quando escuta ou ler as famosas frases de burguês de que o comunismo acabou ou que o socialismo morreu com URSS. Hora comunismo nunca existiu, e achar que aquilo que foi criando por Lenin é socialismo e o mesmo que acha que vivemos em um mundo capitalista e “democrático” como tanto o Pinóquio do Tio Sam gosta de alardear aos quatro ventos. “não existe almoço grátis, e de boas intenções o inferno está cheio”.

Por tanto não existe nada de novo, e sim a velha e já carcomida regra humana de passar por cima um dos outros. Não caia na tentação de achar que está protegido por que é de direta ou esquerda, isso não importa. Se o futuro dos mimados americanos passar por brandir o manifesto comunista eles farão sem pestanejar. O que importa para o ser humano e o seu prazer individual e no máximo de sua família ou raça e não o da sociedade humana como um todo.

2 comentários:

  1. Muito interessante esta postagem!

    A Internet no Brasil realmente precisa de postagens de qualidade como estas que você está nos oferecendo.

    Conheça também o novo agregador linkpedia que está bombando na internet: http://www.linkpedia.com.br


    Divulgue quantas postagens você quiser (não há limites), sem fila de espera, tenha seus links divulgados em nosso site e aumente muito mais suas visitas diárias e obtenha o sucesso de seu blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou testar, mas será que esse agregador vai durar? O último que apareceu com essa mesma conversa fechou em menos de uma semana.

      Excluir